Visita de Lula ao RN gera expectativas e divide opiniões

Foto: Ricardo Stuckert

Na próxima terça-feira (24), o Rio Grande do Norte receberá a primeira visita do ex-presidente Lula desde que suas intenções de concorrer à presidência da República em 2022 foram confirmadas e após os 580 dias de prisão em Curitiba. Lula esteve no RN pela última vez em 2017.

A agenda oficial completa ainda não foi divulgada, mas um encontro com a governadora Fátima Bezerra (PT), que contará com a presença de alguns parlamentares do Estado, está previsto, assim como eventos com movimentos sociais a exemplo do que ocorreu em Pernambuco e no Piauí.

A viagem de Lula ao Nordeste e a passagem pelo Rio Grande do Norte estavam previstas para o mês de julho, mas terminou adiada devido a questões sanitárias da Covid-19. O tour pela região começou no último dia 15, em Pernambuco, e termina em Salvador, no próximo dia 26. O objetivo da passagem pelo RN, no momento, é reforçar o diálogo com lideranças locais visando apoio e firmar alianças para a candidatura no próximo ano.

Entre muitas visitas e reuniões, o ex-presidente deve reforçar pautas, como a retomada do desenvolvimento do Nordeste, e projetos de combate à fome. O senador petista Jean Paul Prates, que tem auxiliado Lula na montagem de sua agenda de compromissos durante esta passagem, demonstrou otimismo com a presença do político no estado.

“A vinda de Lula ao Rio Grande do Norte é um aceno de esperança ao povo potiguar diante de todos esses retrocessos que o país tem vivido sob o patrocínio do governo Bolsonaro. Para além disso, o presidente Lula mostra a importância do nosso estado nesse projeto, quando nos visita para saber da situação do Rio Grande do Norte e dos anseios do nosso povo”, disse Jean ao NOVO.

Lula aparece liderando pesquisas de intenção de voto no Brasil e no Rio Grande do Norte. No levantamento local mais recente, realizado pelo instituto Seta, o líder do PT tem 48,5% das intenções de voto entre os potiguares, um percentual quase duas vezes maior que o 2º colocado, o atual presidente Jair Bolsonaro, com 26,9%.

Para a deputada federal Natália Bonavides, a vinda de Lula reforça o movimento de oposição ao bolsonarismo e o momento de articulação do ex-presidente para a disputa majoritária nas eleições de 2022.

“É uma visita muito importante, que reforçará ainda mais nossa luta para derrotar o bolsonarismo em todo o país e para darmos seguimento, aqui no estado, ao projeto democrático e popular que tem sido feito pela companheira Fátima. Lula está organizando a resistência junto aos movimentos sociais e populares, carregando uma mensagem de esperança de que vamos juntos construir um Brasil feliz de novo”, afirmou Natália.

O Nordeste foi a única região do país onde Bolsonaro não venceu em 2018. No Rio Grande do Norte, o atual presidente só recebeu mais votos que Fernando Haddad (PT) em Natal, Parnamirim e Carnaúba dos Dantas. Já o candidato do PT levou a melhor em 164 dos 167 municípios do Estado. Para o líder do governo na Assembleia Legislativa do RN, Francisco do PT, a visita de Lula ao RN sinaliza uma oportunidade de reconhecimento da população potiguar ao ex-presidente.

“Lula escreveu o capítulo mais bonito do trabalho de um presidente pelo nosso povo do Rio Grande do Norte. Por isso, a sua volta ao nosso estado é tão esperada pelo povo potiguar, porque vai ser uma oportunidade de agradecimento pelo que já foi feito e esperança de retirada do país deste obscurantismo que vive na atualidade”, afirmou o deputado.

Integrantes da executiva municipal do PT, as vereadoras petistas Divaneide Basílio e Brisa Bracchi afirmaram que apesar de breve, a passagem será marcante para o diálogo do ex-presidente com seus apoiadores. Para Divaneide, o momento é de pensamento no futuro do país e nas próximas decisões da sociedade.

“O encontro com Lula será um momento de reacender a nossa esperança, mas, sobretudo, de dialogar sobre novos rumos para o país. Ter Lula aqui é um símbolo que a luta vale a pena, que os golpes não passarão impunes e que a classe trabalhadora vai seguir firme com o líder do PT para reconstruir o Brasil”, finalizou a parlamentar.

Unidade progressista é uma das pautas da visita

A construção de uma unidade progressista vem sendo uma das pautas debatidas durante essa visita de Lula ao Nordeste, com o objetivo de fortalecer alianças para derrotar o bolsonarismo em 2022.

Em Pernambuco, aconteceram conversas para reaproximação entre PT e PSB naquele estado. No Rio grande do Norte, o deputado federal Rafael Motta (PSB) aguarda conversas das siglas. “É possível que ocorram, mas não confirmamos ainda”, disse o parlamentar sobre um possível encontro com ex-presidente em solo potiguar.

Fonte: Novo Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *