Bolsonaro recebe alta médica após 4 dias internado em hospital

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu alta médica na manhã deste domingo 18 após apresentar um quadro de obstrução intestinal e passar 4 dias internado no Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo. De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital, Bolsonaro continuará recebendo acompanhamento ambulatorial após a alta hospitalar. “O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, teve alta hoje do Hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or. Ele estava internado desde a quarta-feira, 14 de julho, para tratar um quadro de suboclusão intestinal. Ele seguirá com acompanhamento ambulatorial pela equipe médica assistente.” O boletim não informa se a obstrução que o levou ao hospital foi completamente desfeita. O presidente ainda permanecia no hospital por volta das 9h30. Quando sair, ele deve seguir para o Aeroporto de Congonhas e embarcar para Brasília. O presidente foi levado para o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, na madrugada de quarta, após sentir dores abdominais e um quadro de soluço persistente. O cirurgião Antônio Macedo, médico que o acompanha desde a facada de 2018, decidiu trazê-lo para São Paulo. A possibilidade de uma cirurgia para desfazer a obstrução chegou a ser cogitada, mas foi descartada após o presidente responder bem ao tratamento chamado de conservador por sua equipe médica. Bolsonaro teve 1 litro de líquido tirado do estômago, segundo o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente. Nos primeiros dias de internação, o presidente usou uma sonda nasogástrica para se alimentar. Na sexta 16, começou a receber dieta líquida e, no sábado 17, uma dieta cremosa. O médico Antônio Macedo disse que o presidente poderá retomar a agenda normal, mas com alguns cuidados e fazendo atividade física. “Mastigar bem a comida, comer uma comida mais leve, fazer exercício, caminhada. Tudo isso é importante”, afirmou ele, após deixar o hospital no sábado. O presidente não se afastou do cargo durante a internação, e seguiu despachando do hospital.

Fonte:  Agora RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *