Operação Rebotalho investiga suspeitas de compra de equipamentos superfaturados e usados.

NATAL – Após ter um mandado de busca e apreensão cumprido na Secretaria de Saúde, dentro de uma operação que investiga suposta compra superfaturada de ventiladores pulmonares para o Hospital de Campanha, a Prefeitura de Natal negou irregularidades no processo de contratação.  

A declaração foi feita por meio de uma nota enviada à imprensa após a Operação Rebotalho, deflagrada pela Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal, na manhã desta quinta-feira (1º).

“Se comprovadas quaisquer irregularidades, os eventuais envolvidos serão devidamente responsabilizados, conforme a legislação vigente”, afirmou o Executivo.

A prefeitura disse que colaborou e disponibilizou todas as informações solicitadas pela Controladoria-Geral da União (CGU).

g1.globo.com/rn/

Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *