Cidade modelo”: maior revista da Europa destaca o sucesso de Maricá, administrada pelo PT

A maior revista da Europa, a alemã Der Spiegel, afirmou que Maricá (RJ) é uma “cidade socialista modelo”.

O município fluminense tem como prefeito Fabiano Horta (PT) e a publicação destaca a Renda Básica de Cidadania e os demais serviços sociais.

Para a Der Spiegel, Maricá se tornou um “campo de experimentação de uma nova política social voltada para a igualdade de oportunidades e a integração”.

A revista ainda narra a gestão do petista Washington Quaquá, que foi prefeito por dois mandatos, e a moeda local, a mumbuca.

Leia trechos:

Quando a caixa de supermercado Agnes Marques Ferreira perdeu o emprego em janeiro, o governo de sua cidade natal, Maricá, salvou-a da miséria: a princípio, pagando-lhe uma renda básica mensal de 900 reais. Só com este dinheiro, a jovem dificilmente poderia manter a si mesma e seus dois filhos que cria sozinha. Mas ela também paga 20% menos por água e eletricidade. Os ônibus de Maricá circulam de graça. E se ela precisar reformar seu banheiro, pode se inscrever para um empréstimo sem juros na prefeitura.

O local que concede tais benefícios fica a cerca de 60 quilômetros a leste do Rio de Janeiro, na costa atlântica. Maricá é como uma ilha no Brasil do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro. A comunidade de 160 mil habitantes está há 12 anos nas mãos do PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tendo se tornado um campo de experimentação de uma nova política social voltada para a igualdade de oportunidades e a integração.

Em Maricá se tornou realidade o que está sendo discutido como modelo em muitas partes do mundo, principalmente para o período pós-coronavírus: uma renda básica incondicional, transporte público gratuito e saúde abrangente e gratuita. Cientistas sociais, economistas e políticos de todo o mundo estudam o exemplo de Maricá.

A renda básica, porém, não é paga em reais, mas no Mumbuca, moeda digital que só circula em Maricá. Ela está vinculada ao real a uma taxa de câmbio de 1:1 e representa uma tentativa de estimular a economia local.

“Aceitamos Mumbuca”, dizem as vitrines de grande parte das lojas da cidade. Ela também é aceita em restaurantes, consultórios médicos, salões de beleza e barbearias.

T(…) Quando a pandemia atingiu Maricá no ano passado, o município aumentou a renda básica. “Erguemos um muro de proteção social em torno da população”, diz o prefeito. Maricá é o único município do estado do Rio de Janeiro que criou mais empregos formais no ano passado do que os perdidos com a pandemia.

Fonte: Diário Centro do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *