Papa Francisco revela que recebeu orientação médica para não caminhar

O papa Francisco revelou aos fiéis durante uma audiência neste sábado, 30, que recebeu a orientação médica de não fazer caminhadas por conta dos constantes problemas no joelho direito. A celebração especial era com peregrinos da Eslováquia, que foram recebidos na Sala Paolo VI.

“Depois eu vou saudar vocês, mas tenho um problema. Essa perna não está boa, não funciona e o médico me pediu para não andar. Eu gosto de andar, mas dessa vez preciso obedecer o médico. Por isso, vos peço o sacrifício de subirem as escadas e eu os saúdo daqui, sentado. É uma humilhação, mas eu a ofereço pelo país de vocês”, lamentou o líder católico.

Normalmente, nesse tipo de audiência, o Pontífice passa entre os fiéis para ocupar seu lugar na sala, mas dessa vez, entrou pela lateral e sozinho. Ao sair, foi acompanhado pelo diretor da Prefeitura da Casa Pontifícia, monsenhor Leonardo Sapienza.

“Queria passar aí e saudar todos vocês, mas os saúdo de coração daqui. Rezo por vocês, por suas famílias, rezo pelo seu nobre povo. Adiante e coragem! E vos peço, por favor, rezem por mim”, acrescentou.

O Papa vem sofrendo com a gonalgia já há algum tempo e o problema fez, inclusive, com que fizesse alterações em sua agenda e nas celebrações para evitar o agravamento. Na missa da Paixão, na Semana Santa, por exemplo, Jorge Mario Bergoglio não seguiu uma tradição centenária da Igreja Católica e não se prostrou no chão para rezar diante do crucifixo da Basílica de São Pedro.

Além disso, em praticamente todas as audiências do último mês, ele permaneceu sentado pela maior parte do tempo. Em uma dessas celebrações, o argentino afirmou que sua saúde estava “um pouco caprichosa” e que precisava tomar cuidados especiais.

Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.