ABC abre 2 a 0, mas cede empate ao 4 de Julho nos acréscimos e se complica

“Só acaba quando termina…”

O ABC tinha tudo para conquistar a primeira vitória em casa na Copa do Nordeste, chegou a abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, mas não soube administrar a vantagem. O 4 de Julho foi valente, diminuiu com um golaço de Hiltinho, de bicicleta, e conseguiu o empate aos 50 minutos, com André. Agora, a missão do Alvinegro para conquistar a classificação para a segunda fase do Nordestão fica bem complicada.

  • Como ficam? O resultado foi péssimo para as pretensões do ABC. Uma vitória levaria o Alvinegro para o G-4 do Grupo B. Com o empate, permaneceu na quinta posição, agora com 10 pontos, e fica em situação complicada para buscar uma classificação para a segunda fase. O 4 de Julho, com sete pontos, é o penúltimo colocado do Grupo A, sem chances de avançar.
  • Próximos jogos Na última rodada, marcada para sábado, o ABC encara o Bahia em Pituaçu. O 4 de Julho recebe o Vitória no Lindolfo Monteiro. Os jogos começam às 16h.
  • https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html
  • O que precisa? No Grupo B, Altos, CSA e ABC têm 10 pontos, nesta ordem. O Altos tem a vantagem por ter três vitórias. CSA e ABC venceram duas vezes. O ABC precisa vencer e torcer pelo tropeço de um destes adversários diretos. O Altos encara o CRB em Maceió, e o CSA joga em São Luís contra o Sampaio Corrêa. Se o ABC conseguir um empate contra o Bahia, é preciso que um deles (Altos ou CSA) perca, e que o Salgueiro, que tem oito pontos, também não vença.
  • Primeiro tempo Cinelton assustou o goleiro Welligton em bom chute de fora da área, no início do jogo, mas o ABC teve o domínio das ações. O Alvinegro abriu o placar com Alan Pedro, aproveitando uma falha bizarra do zagueiro Gilmar Bahia. Maycon Douglas teve a chance de ampliar, mas furou feio. Gilmar Bahia, em nova falha, cometeu pênalti em Alan Pedro, e Wallyson não desperdiçou a cobrança. Na melhor chance do 4 de Julho, Hiltinho finalizou de canhota e Welligton salvou com a perna esquerda.
  • Segundo tempo Com menos de um minuto da segunda etapa, Hiltinho, de bicicleta, diminuiu para o 4 de Julho. Por sinal, foi o segundo gol de bicicleta do camisa 7 contra o ABC. Em 2019, ele já havia marcado um com a camisa do América-RN. Com o jogo aberto e as mudanças feitas por Sílvio Criciúma, os donos da casa criaram várias oportunidades de marcar, mas sem sucesso. Willian Anicete, Juninho Quixadá e Ivanaldo não foram felizes nas conclusões. Quixadá ainda chegou a balançar as redes, mas o árbitro viu o toque no braço. O ABC reclamou que teria sido com o peito. A partida ganhou ares de tensão nos minutos finais, e o 4 de Julho foi premiado pela valentia, e castigou o ABC pelo caminhão de gols perdidos. Aos 50 minutos, André recebeu de Hiltinho e acertou um chutaço no ângulo, de fora da área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *