TRE-RN nega mandados de segurança para vereadores investigados

PARNAMIRIM: O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) negou, com unanimidade de votos, mandados de segurança impetrados pelos vereadores em Parnamirim Ítalo Siqueira e Rhalessa Santos.

No processo eles são investigados por falsidade ideológica e corrupção eleitoral. A Corte também negou, por maioria dos votos, um mandado de segurança da Câmara Municipal de Parnamirim.

Os pedidos, julgados na sessão plenária da terça-feira (17), instavam pela suspensão da validade de provas obtidas em uma operação de busca e apreensão, realizada na Câmara de Parnamirim pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e autorizada pelo juízo da 1ª Zona Eleitoral de Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *