Brasil vence Polônia de virada e conquista título inédito da Liga das Nações

Com atuação consistente e os destaques individuais de Leal e Wallace, a seleção brasileira masculina de vôlei venceu a Polônia por 3 sets a 1 (22/25, 25/23, 25/16 e 25/14) neste domingo (27), em Rimini, na Itália, e conquistou o título inédito da Liga das Nações. A vitória diante de uma das principais potências do vôlei reforça ainda mais o status de favorito do Brasil por uma medalha de ouro nos Jogos de Tóquio. O técnico Renan Dal Zotto, que está em recuperação no Brasil após superar quadro grave de Covid-19, deverá anunciar os 12 atletas que vão à Olimpíada nesta semana. O time embarcará para o Japão no dia 12 de julho. Brasil e Polônia decidiram as duas últimas Copas do Mundo, em 2014 e 2018, e os europeus levaram a melhor. Na Liga das Nações de 2019, os brasileiros também foram derrotados na briga pelo terceiro lugar. Em entrevista recente à Folha, Dal Zotto apontou a Polônia como uma das principais candidatas na briga por medalha olímpica ao lado de Estados Unidos, Rússia, França e Itália. Neste domingo, Carlos Schwanke, auxiliar de Dal Zotto, começou com Bruninho, Wallace, Lucarreli, Leal, Maurício Souza, Lucão e o líbero Thales. A novidade em relação ao time que passou pela França na semifinal foi a entrada de Lucão no lugar de Isaac, que sentiu dores no pé. Antes da partida, Lucarelli cruzou os braços em referência a Wakanda Forever, símbolo do personagem Pantera Negra. A partida começou equilibrada e com os dois times sacando muito bem, além das atuações inspiradas do oposto Kurek, da Polônia, e do ponta Leal, cubano naturalizado no Brasil. A seleção polonesa também contava com o cubano Leon, que complicou a vida dos brasileiros com saques potentes. Após desperdiçar dois contra-ataques, Bruninho clareou para Lucarelli finalizar e deixar a seleção em vantagem, 19 a 18. Mas o capitão Kubiak recolocou a Polônia à frente, Leon marcou de ace e Kurek garantiu o primeiro set dos poloneses. O Brasil empatou no segundo set e cresceu no jogo principalmente com a subida de produção de Wallace. A equipe chegou a abrir cinco pontos de diferença e, quando viu os poloneses encostarem no placar, Leal conseguiu o set point. Na sequência, Leon sacou na rede: 25 a 23. Com o confronto empatado, a Polônia se perdeu em alguns momentos do terceiro set, enquanto Wallace dinamitou as investidas de Leon. Diferentemente do equilíbrio nas duas primeiras parciais, os brasileiros venceram a terceira por uma diferença de nove pontos, e a última, por 25 a 14. Este é o primeiro título do vôlei brasileiro da Liga das Nações. O torneio foi criado pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) em 2018, substituindo o Grand Prix e a Liga Mundial –nesta, o Brasil é o maior vencedor com nove taças.

Fonte: Agora:RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *