Reformas devem ocorrer em três ou quatro meses, diz Guedes: “Vamos simplificar e reduzir tributos”

Apesar de já ter prometido que nunca mais faria previsões, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 8, que acredita na aprovação das reformas Administrativa e Tributária no período de três a quatro meses. Em evento organizado pelo Bradesco BBI com investidores internacionais, Guedes frisou, mais uma vez, que o país vive recuperação econômica. “As perspectivas para a economia brasileira são muito favoráveis. Vamos simplificar e reduzir tributos, o teto de gastos é algo que vamos lutar pelo cumprimento”, afirmou. As declarações do ministro provocam desconfiança na população. De acordo com a AP Exata, empresa que rastreia os sentimentos dos internautas nas redes sociais, foi identificado que Guedes passou a ser ironizado a cada nova previsão sobre a retomada econômica. O próprio ministro está ciente disso. Em mais de uma ocasião ele disse que não fará mais nenhum tipo de aposta para o futuro. “Eu caí nessa antes, de combinar algumas reformas, achar que vão ser aprovadas e falar ‘olha, dentro de tanto tempo deve acontecer tal coisa’. Não faço mais previsões, porque respeito o timing da política”, afirmou ao participar virtualmente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara em maio deste ano. Guedes não conseguiu cumprir o que disse. De lá para cá, ele já vislumbrou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a data em que toda a população adulta brasileira estará vacinada contra a Covid-19, a aprovação das reformas e o controle da inflação.

Fonte: Agora RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *